30 de dez. de 2020

Relato: Fantasmas no astral

  Olá meus amigos, faz um tempo que não posto um relato, devido as adversidades do dia a dia muitas vezes acabo deitando e adormecendo deixando de lado as práticas energética, porém ultimamente vim me dedicando com as técnicas de movimentação das energias e trabalho do chakra frontal sobre o qual irei falar um da importância extrema de trabalhar este chakra. Com isso as percepções vem melhorando tive muitos sonhos lúcidos e diariamente sonhos normais e realistas. 
   Fui deitar me por volta da meia noite, como de costume de barriga pra cima, iniciei primeiramente uma pulsação no frontal em seguida exteriorização e depois a movimentação das energias no corpo e em seguida localizado, depois me virei para dormir, como de costume perdi muitas lembranças da experiência o que é normal de acontecer depois que despertamos, lembro primeiramente de despertar lúcido na cama sentindo as energias neste momento forcei um pouco para levantar porém sem muita dificuldade, eu estava em outro ambiente que não era o meu quarto e sim parecia com um quarto da casa da minha finada vó, então fui em direção a janela para atravessá-la mas não consegui, tinha na janela uma espécie de tela que impedia eu de passar mas forcei e a tela se cortou então com um pouco de dificuldade saí por ela, já ali fora olhei para as minhas mãos astrais e tentando ficar mais lúcido possível e sentir o que estava vivenciando o mais real possível, então tinha que seguir para algum lugar porém neste momento não me recordo qual decisão tomei pois perdi muitas lembranças claras do que fiz e meu cérebro não conseguiu trazer, lembro me de ter ido para os fundos do terreno onde havia uma casa mas depois disso perdi informações do que eu fiz, em seguida recordo me de estar em um lugar que era minha antiga casa, uma casa que vivi durante minha infância, era de madeira e ficava em um terreno com mais 4 casas, uma das casa era da dona do local e outra da irmã dela, então fui em direção a casa da irmã da dona entrei e vi um altarzinho como se fosse homenagem a uma senhora que já morou numa das casa e havia falecido a anos então saí dali, mas abri a porta novamente e vi um vulto e senti uma vibração, mas igual saí dali, me descuidei um pouco com a lucidez porém ainda estava consciente de estar fora do corpo, então pensei em ir em direção a casa da dona, essa senhora que conhecia a anos e que por algum motivo estava com um problema psicológico mas nunca fui buscar saber o porquê, durante a experiência antes de ir a casa dela o pequeno caminho estava escuro como se fosse noite, meio tenebroso mas não tive medo apenas um pouco de receio pela escuridão, então fui em direção a escuridão que dava acesso aos fundos da casa, quando entrei na casa passei pelo corredor senti uma presença fantasmagórica mas andei rápido até o quarto desta senhora, ela estava deitada toda coberta porém não via muito bom por estar um pouco escuro e sentia uma presença próxima a ela, uma presença negativa, então resolvi estender as mão e exteriorizar energias em direção a ela em seguida saí dali e neste momento a lucidez começou a baixar, na sala lembro da entidade aparecer falando que eu tentei fugir dela ou algo parecido não lembro que falei mais fui sair dali em sem querer quase derrubei alguns objetos e esta entidade tentou me bater com um pedaço de pau, eu fiquei assustado com aquilo e disse calma e fui arrumar os objetos que quase derrubei ou derrubei e não lembro. Em seguida não lembro mais da experiência pois perdi certas informações, mas antes de encerrar o relato é importante saber que na minha infância essa senhora nos contava histórias de fantasmas, almas penada etc e que na casa dela tinha fantasmas e tal, provavelmente posso ter associado isso ao fato de ter visto e sentido algumas entidades ali, posso nem ter tido ali realmente e sim também associado o local por estar em minhas memórias na infância, minha antiga casa de madeira onde quando criança via e sentia coisas sobrenaturais, talvez o ambiente me trouxe memórias do que já vi ou já vivi, mas existe a possibilidade de eu ter ido realmente ao local e sentir realmente o que vem acontecendo naquele ambiente e diante disso envio muitas energias positivas para que possa ao menos tentar equilibrar o ambiente e amparar a pessoa que precisa. Bom meus amigo só lembro que depois desta experiência acordei e senti arrepios no corpo mas em seguida adormeci e tive outros sonhos mas nada lúcido, despertei mais tarde tentando me recordar o possível para relatar minha experiência. 
   Esta experiência me deixou muito pensativo em relação ao que pode estar acontecendo e de como estamos ligados fortemente com ambientes que hoje já nem existem mais aqui no plano físico. Agora quanto a importância do trabalho no chakra frontal eu deixo como dica e sugestão de estudo e prática, sou exemplo disso, quando trabalho diariamente o frontal minha lucidez aumenta de forma significativa e pretendo continuar esse trabalho mais focado na abertura da lucidez, claro sem deixar de trabalhar outras regiões, em breve farei uma publicação mais específica falando sobre este chakra, como ativar e trabalhar diariamente e os benefícios de ativa-lo. Quanto ao medo, eu não digo que não tenho mais medo mas aprendi a controlar e a lidar com ele, em muitas ocasiões tenho sim muito medo mas a lucidez ajuda a amenizar. 
   Sou grato aos mentores pela experiência e a todos que acompanham o blog, muita paz e luz...

Fonte imagem: https://cinemanafloresta.com.br

23 de jul. de 2020

Recomendação: Curso de Projeção Astral

Curso Projeção Astral Para Conexão Espiritual e Extra Dimensional | Com Pedro Scärabélo 


Estou recomendando este curso para quem tiver interesse e condições de adquirir, para auxiliar nos estudos e nas pesquisas da projeção astral, um material para facilitar o aprendizado que vem mostrando muita eficiência.

Para quem tiver interesse em adquirir este curso clique aqui.


5 de jul. de 2020

Relato: explorando o plano extrafísico

   Olá meus amigos, vou relatar uma experiência que tive hoje pela madrugada, fico grato aos mentores mais uma vez pela oportunidade como em todas as experiências que tenho, por mais que seja breve mas me auxilia no crescimento espiritual. 
   Foz do Iguaçu, PR. dia 5 de julho de 2020 por volta das 4:30h da manhã, clima frio por volta dos 6°C, levantei me para ir ao banheiro depois que retornei a cama fiquei em posição supina para fazer uma técnica pois anteriormente tentei fazer mas acabei adormecendo. Fechei os olhos e comecei uma pulsação na região umbilical até chegar ao frontal, trabalhei bem a região do chakra frontal e em seguida com o corpo relaxado exteriorizei energias e fiz o estado vibracional. Sentindo meu corpo relaxado comecei sentir a movimentação e uma vibração no corpo, com um pouco de receio mas determinado em me concentrar foquei nessa vibração aplicado a técnica do e.v. nisso meu corpo começou a vibrar mais, então senti meu corpo rodar devagar no sentido anti horário e em seguida fui lançado pro chão, levantei me e já fui em direção a porta do quarto porém não consegui atravessar ela então abri ela maçaneta e fui em direção a porta da cozinha pra sair dali mas não consegui atravessar e fui logo depressa destrancando na chave e abri a porta normalmente, como moro nos fundos fui até a garagem que dá para o portão da rua olhei a janela da casa da sogra mas não quis entrar lá e segui até a rua, ali já não lembro mas provável que consegui atravessar o portão pois não recordo de abrir ele, a rua estava vazia o ambiente era noite como sempre em muitas experiências eu observei as estrelas, segui para a casa do lado mas estava diferente, havia um terreno baldio entrei ali abri a porta da casa e vi uma cama onde alguém estava deitado então fechei a porta e continuei por aquele terreno, pensei em pedir aos mentores se me era útil porém não fui atendido fiquei parado um tempo naquele local escuro e acabei retornando ao corpo no mesmo instante, na mesma posição que eu estava deitado abri os olhos e fiquei pensando na experiência em seguida deitei me de lado e adormeci.
   O interessante foi que não encontrei nenhum espírito, e olha que eu queria encontrar alguém mas eu parecia estar sozinho, agora comigo mesmo pensando que as entidades poderiam estar em isolamento hehehe. Enfim fica aí mais uma experiência registrada, ontem também tive uma projeção mas não lembrava de muitos detalhes então não registrei. 
Muita paz e luz...

16 de jun. de 2020

Relato: Sonho lúcido e projeção com baixa lucidez

   Olá meus amigos, vou relatar duas experiências que tive hoje, por volta das 9 da manhã, a primeira foi um sonho lúcido que foi até engraçado e em seguida uma projeção no qual perdi a lucidez durante o processo. Nesta noite tive alguns sonhos mas sem nenhuma lucidez após desertar levantei como de costume para ir ao banheiro e retornei a cama, o dia já estava clareando.  
   Fui dormir tarde por volta das 2:30h, estava exausto depois de um dia de trabalho e correria da vida tentei fazer uma limpeza energética porém adormeci durante o processo, foi aí que tive os primeiros sonhos.
   Quando despertei pela manhã após levantar e retornar a cama tentei fazer uma técnica mas cansado adormeci e lembro de estar sonhando em um lugar, tipo de uma sala, onde havia uma mesa com bastante comida e ao redor algumas pessoas sentadas, era comida típica aqui do sul, carne assada, linguiça assada e picada, mandioca, maionese ou seja um almoço tipico de domingo, aquele churrasco com a família. Naquele momento despertei a lucidez e em decorrência disso pela minha consciência não estar totalmente aberta tomei logo uma atitude de comer, hehehe, isso mesmo comer sem medo de engordar, pensa só eu estava lúcido e sabia que poderia comer a vontade sabendo que não ia passar mal e nem ganhar uns kilos a mais rsrsrsrs, então fui logo atacando, peguei um pedaço de carne comi, logo em seguida meti a mão na maionese e enchi a boca como um guloso sem educação depois peguei um pedaço de linguiça e comi, senti o sabor mas não era tão intenso, me senti cheio mas queria comer mais, incrível senti minha barriga pesada de tanto comer em seguida eu falava para os presentes vamos comer estamos sonhando, minha lucidez estava tão baixa que pensei que as pessoas ali também estavam tendo mesmo sonho que eu pois havia pessoas conhecidas, claro que não eram elas mas pelo fato de estarmos vivenciando uma experiência acabamos de forma inconsciente fazendo associação, em seguida senti que estava preste a acordar e disse a todos, "estou prestes a acordar estou sentindo, então quando acordarmos me mandem uma mensagem para confirmar a experiência." Alguns disseram que iriam mandar e logo em seguida despertei na minha cama, pensei em pegar o celular pra ver mas claro que isso não ia acontecer pois ao despertar já pensei na burrada que fiz, da onde que eram pessoas conhecidas que estavam tendo o mesmo sonho que eu? Mas alcançar uma lucidez alta durante um processo de sonho lúcido que muito provável dentro da atividade da aura é muito difícil ainda mais quando não se trabalha bem as energias.
   Após despertar continuei deitado fiquei na posição supina devo ter adormecido mas despertei me deitado me sentindo no estado da vigília do sono, então mantive a calma mas meu nariz estava um pouco trancado devido minha renite então respirava pela boca e tentava fazer a movimentação, enquanto adormecia ficava atento para a saída, visualizando meu corpo se elevando até que consegui me desprender saí do meu quarto escuro mas apareci na área da minha casa antiga onde mora ainda minha mãe, fui em direção ao portão e atravessei ele, na frente da casa da minha mãe tem um terreno grande mas eu via muito matagal e aquela direção dá para o rio paraná que faz fronteira com o Paraguai, fuim em sua direção adentrei naquele mato com o intuito de chegar até o rio mas no meio deste matagal apareceu um rapaz moreno com uma feição alegre então fui falar com ele, ele estava sem camisa como se fosse um morador de rua e ali ele estava mexendo em umas madeiras velhas e dizia para mim que estava fazendo um estofado, conversei um pouco com ele e ali próximo havia uma casinha de madeira, fui próximo a janela e apareceu outro rapaz moreno que parecia ser um colega conhecido, ele parecia bem animado e tirou um celular e disse que graças a mim ele se inspirou a cantar e mostrou um áudio meu cantando uma música, fiquei feliz por isso ele me agradecia bastante porém neste processo perdi a lucidez, chegaram algumas mulheres naquela casa com alguma coisa na mão parecia de comer e fui convidado a entrar ao entrar na casa acabo acordando isso era umas 10:30h da manhã, sim acordei este horário pois dormi muito tarde e por ter tido um final de semana corrido estava muito cansado mas fiquei grato pela oportunidade das experiências, sei que durante esta pandemia e a correria do meu trabalho tive muita dificuldade em cuidar das energias mas através de sonhos e experiências como essa com baixa lucidez venho buscando motivação para mergulhar mais a fundo na espiritualidade e melhorar cada dia mais.
   Muita paz e luz.....
   

16 de abr. de 2020

Relato: Projeção em uma casa antiga e com baixa lucidez

   Olá meus amigos, vou compartilhar uma experiência que tive hoje, foi breve mas vou relatar para deixar aqui registrado. 
   Era por volta de umas 6 horas da manhã, havia levantado algumas vezes pela madrugada para ir ao banheiro e depois de retornar a deitar tentava fazer as técnicas porém sem sucesso pois sempre acabava dormindo, mas neste horário quase amanhecendo consegui fazer uma técnica mais completa e então me virei para dormir e tentar a saída. 
   Lembro de acordar deitado na cama mas com uma sensação de inicio do estado vibracional, então mantive a concentração e tentei aumentar mais a vibração e obtive sucesso forcei para me levantar mas com dificuldade, me sentia grudado no corpo, normal já passei muito por isso, forcei a saída consegui me desprender com muita dificuldade e fui andando com a mesma dificuldade, depois que saí do ambiente não senti mais o magnetismo que me puxava eu estava na casa que morei a alguns anos atrás, minha lucidez estava muito baixa mas eu sabia que me encontrava fora do corpo. Fui para frente da casa e encontrei duas pessoas lá, não lembro o que aconteceu ali, se eu conversei com elas mas lembro que uma delas jogava água pela mangueira na frente da casa e saia as casca da tinta da casa mostrando a cor que ela tinha antes, a cor da casa era exatamente igual de quando eu morava lá, inclusive a outra cor que saia era a mesma também, na hora fiquei confuso e muito intricado com aquilo e me perguntando, "nossa será que essa cor era da casa antiga de pessoas que já moraram aqui?" Minha lucidez continuava baixa perdi muitas informações depois disso posso ter feito algo mais, só lembro que pedi pra retornar ao corpo no qual foi meu erro acordar e dormir outra vez pois isso fez com que eu perdesse muitas lembranças. 
   Bom, o fato deu sair do corpo e estar em uma casa que eu morei na minha adolescência é devido ao fato de meu corpo astral está em outra frequência, muito provável meu inconsciente ter vibrado pensamentos para eu aparecer lá ou posso ter sido levado por mentores através de intuição enfim o porquê de eu despertar lá não tenho a certeza definitiva mas já aconteceu muito isso comigo é normal, como eu disse o nosso corpo astral ao se afastar do nosso corpo físico e energético acaba vibrando em outra frequência. 
Muita paz e luz...