2 de mai. de 2022

Relato: Tentando despertar (Efeito Freddy Krueger)

    
    


   Olá amigo, irei relatar a experiência que tive hoje por volta das 04:10h da manhã, como sempre adianto que perdi muitas informações, pois só agora pela noite consegui tempo de parar, relaxar e escrever este relato. O que vivenciei foi muito interessante pois como estou tendo raramente projeções astrais, estou buscando me aprimorar e estar mais próximo a espiritualidade e hoje a experiência fez com que eu meditasse mais e me preocupasse mais em cuidar das minhas energias e estar mais conectado com o plano espiritual. Espero que o relato também ajude aqueles que buscam ter suas primeiras experiências ou aumentar mais a frequência de suas saídas extracorpórea.

   Era por volta das 4:05 da madrugada quando me desperto, fui dormir cedo como de costume por volta das 22h do dia anterior, pois vou cedo trabalhar, então quando acordei lembro de ter tido um sonho, também percebo que estava com minha boca seca pois respirava por ela. Levantei fui ao banheiro depois retornei para cama e fiz uma movimentação energética como sempre faço quando acordo pela madrugada, a uns dias atrás tive uma experiência também, acordando as 5h da manhã e voltando a dormir. Bom, seguindo com a experiência lembro me de ter virado de lado pra dormir e nisso sinto a leveza do corpo e ao perceber isso tento me mexer porém não consigo, então percebo estar em paralisia do sono, tento me mexer outra vez e não consigo então mantenho a calma e em seguida me levanto, recordo de atravessar a parede do quarto ir em direção a sala e em seguida sair em direção a rua. Seguindo em direção a uma subida conhecida lembro me de me colocar a disposição, fecho os olhos e abro mas estou no mesmo local, até pulo um pouco, mas nada, então resolvo notar os meus olhos piscando, ou seja fecho e abro as pálpebras para comparar o qual semelhante é este movimento no físico estando em corpo astral, recordo também de tentar flutuar e ali próximo havia algumas crianças tentando fazer o mesmo que eu, minha lucidez estava até razoável porém a consciência com muita variação, segui até um local, uma casa, ali eu já estava perdendo minha lucidez então entrei e vi um casal nesta casa, recordo mentalmente da sala e da cozinha e o casal parecendo não notar minha presença. Enfim, tento retornar ao corpo para não perder as informações e sabendo que seria difícil faço a primeira tentativa.

   Lembro me de despertar na cama, levanto e vou até a sala que estava diferente, recordo de ver minha mãe e meu irmão ali e havia um rádio em um armário, não estranhei aquilo pois minha consciência estava muito baixa, sim eu ainda estava fora do corpo, saí dali e com lucidez fui até o local que parecia o marco das três fronteiras daqui de Foz do Iguaçu, então vejo algumas pessoas tomando banho no rio que ali tem, não penso duas vezes e entro na agua para dar um mergulho, para sentir as sensações, porém quando mergulhava minha cabeça na água minha respiração parecia parar, sentia uma grande falta de ar, mesmo fora da água depois de ter respirado fundo e mergulhado ainda sentia falta de ar, achei estranho isso e saí dali, depois disso não me recordo o que fiz a seguir, apenas lembro de tentar retornar ao corpo, mas não conseguia, como se eu estivesse preso ali, já estava um pouco preocupado pois tudo que eu queria naquele momento era acordar, não pelo motivo de não querer fazer uma viagem astral, mas sim pelo motivo de recordar a experiência e claro tinha que trabalhar. Então fecho os olhos e penso no corpo até finalmente conseguir me sentir na cama outra vez.

   Lá vou eu em outra tentativa de tentar acordar, (risos). Recordo neste momento ao despertar na cama, estar em estado de paralisia do sono, então ouço meu despertador tocar, novamente pois a uns dias atrás aconteceu o mesmo, em paralisia do sono ouvi meu despertador tocar baixo porém não era de fato. Após um esforço levanto me da cama de uma vez, porém percebo que ainda estava fora do corpo, e falo comigo mesmo, "nossa ainda estou fora", em seguida saí até a sala abri a porta, estava noite ainda e chovendo bastante, para um carro na rua de frete pra minha casa, vejo um menino de semblante familiar e me chama pra entrar para me levar ao trabalho, ali eu já estava com a lucidez muito baixa, sabia que ainda meu corpo dormia mas mesmo assim entrei no carro e quem dirigia era como se fosse meu pai, o carro não era comum, parecia um veículo antigo e diferente, compacto mas era confortável, é como se eu estivesse no Uber astral (risos). Durante o percurso eu cheguei a pensar que deveria ter morrido dormindo  pois não conseguia despertar, então tento novamente até que fico novamente em estado de paralisia do sono.

   Neste momento consigo me mexer com dificuldade então sinto uma presença, ouço uma voz falando algo sério pra mim, não recordo mais porém na hora me pareceu muito claro, como se essa voz fosse do condutor daquele veículo, sinto também como se tivesse alguém na minha cama, me desespero puxo algo como se fosse um braço, mas um braço molengo, de uma pessoa totalmente debilitada, entro em desespero neste momento até que enfim acordo, assim que acordo ouço o despertador tocar, agora não sei se o despertador me acordou ou eu acordei e no segundo seguinte o despertador tocou, isso era 6:20 da manhã, hora que coloco para despertar. 

   Ufa, acordei, (risos). Ao acordar medido um pouco sobre a experiência, é o que chamo de efeito Freddy Krueger, pois tento despertar e ao acordar ainda estou fora do corpo ou sonhando e soa um pouco assustador, o mais interessante também é que estava chovendo, ou seja na mesma intensidade que chovia no astral chovia no físico. Enfim, sou grato pela experiência pois está me ajudando a desenvolver métodos para facilitar a projeção astral de maneira que com estudos eu possa estar conseguindo aprimorar algumas técnicas, também me fez olhar mais pra dentro de mim e me preparar mais para certas situações. 

Fico aqui com este relato, espero que sirva de informação para aqueles que buscam embarcar nesta aventura espiritual. Peço desculpas pelos erros gramaticais ou de concordância, o intuito maior é passar a informação e divulgar a espiritualidade e dentro do meu possível vou melhorando aos poucos. 

Muita paz e luz.... 

8 de mar. de 2022

Relato: Em um novo ambiente

    Olá, meus amigos, vou relatar uma experiência que tive hoje pela madrugada e só tive tempo de relatar agora a noite. Bem, estou em uma outra casa, me mudei a dois dias para bem próximo, ambiente novo energias novas.

   Lembro de acordar pela madrugada, eu estava deitado de lado e me senti em catalepsia projetiva ou também conhecida com paralisia do sono, e durante este estado eu estava tranquilo, mas queria sair disso, acordar então intuitivamente como das outras vezes movi os dedos dos pés e das mãos, porém sem sucesso, eu permanecia em catalepsia, tentei olhar o ambiente e lembro de ter visto uma sobra na parede com um formato de uma pessoa com um chapéu, acredito ter criado aquilo por já ouvir relatos parecidos. Em seguida consigo me levantar e vou direto para a porta, abro ela e saio em direção a sala e vejo meu irmão por lá que provavelmente era um espírito ali e associei ao meu irmão, até falei um pouco com ele acreditando ser quem não era e saí dali em direção a rua, lembro me de observar o céu que estava estrelado e era muito nítido, eu me sentia muito presente neste local pois das muitas experiências eu sempre acabava acordando e voltando rapidamente só pelo fato de me preocupar em voltar ou por algum estímulo físico, porém desta vez foi diferente, mesmo pensando no corpo e com possibilidade de voltar a qualquer momento eu sentia meu espírito mais desprendido, no andar, no olhar sem que nada mudasse de forma repentinamente, porém a lucidez não me ajudou e acabei perdendo em questão de segundos, nem sequer pedi ajuda aos mentores para me guiar naquele momento, nem sequer perguntei em que eu poderia ser útil. Lembro me depois de acordar em um sonho e relatar aos presente sobre a experiência.

   Bom, devido ao trabalho, estudos acabo me desconectando de mim mesmo e não procurando ficar lúcido e isso impacta muito durante a experiência, mas como é para vida toda aos poucos coloco em prática o exercício da lucidez e abertura da consciência. Porém fico muito grato a oportunidade de estar por um momento lúcido fora do meu corpo e ter tido a oportunidade de vivenciar mais uma vez a experiência astral.

Muita paz e luz....

13 de fev. de 2022

Relato: Em busca de ajuda

    Olá meus amigos, só agora tive tempo de relatar uma experiência que tive hoje pela manhã, então sabe se que perdi muitos detalhes e o que me lembro são algumas cenas de relance, porém achei importante registrar e relatar para que esse projeto continue em frente e minhas experiências possam motivar muitas pessoas a seguirem no caminho da espiritualidade e não desistir. 

   Bom, o relato é bem breve, recordo de iniciar a experiência dentro de um sonho, eu estava em um lugar desconhecido e tinha uma casa antiga, nunca havia estado naquele lugar, o que me recordo no momento de pouca lucidez era de estar tentando ajudar uma pessoa, não lembro o motivo dela estar mal, porém o que lembro era de eu ter colocado este espírito sobre meus ombros e correr atrás de ajuda, porém não consegui obter êxito e nesse momento me senti só, abandonado e desamparado, até que vi algumas pessoas aparecerem de relance e eu gritava o por quê de eu estar passando por tudo aquilo, questionei a respeito das dificuldades em minha vida, dos momentos difíceis, implorava por resposta, mas não obtive nenhuma, se fui respondido não me recordo, depois lembro me de acordar mas não lembrava muito bem da experiência, tive que levantar e seguir com meus afazeres e só agora por volta da meia noite obtive tempo para relatar o pouco do que vivenciei nesta projeção.

   Muitas vezes nos desconectamos da espiritualidade e deixamos nos tomar pela materialidade, corremos atrás de nossos objetivos, buscando realizações financeiras e não há nada de errado nisso, porém viver somente pra isso nos prende de uma liberdade infinita que temos, e quando nos damos contas estamos tão perdidos e em busca de uma ajuda para que algo ou alguém nos tire do limbo e nos dê uma explicação e nos leve para longe de tudo que rouba nossa paz. A espiritualidade está em tudo e em todos, desde a hora que acordamos até a hora em que dormimos, nossa existência não pertence somente a este mundo temporário, pois somos viajantes de várias vidas e por onde passamos vamos nos construindo através de experiência e aprendizado em busca de nossa evolução. 

Muita paz e luz....