22 de mar de 2011

Como eu diminuí o medo

Olá amigos projetores iniciantes, hoje vou escrever um pouco sobre o medo e como eu perdi o medo de sair do corpo. Todo candidato que inicia a projeção astral sofre com o factor medo. Falamos no penúltimo post porque é tão difícil sair do corpo citando alguns factores, só que citei o medo pois queria fazer um post sobre ele.
Quando iniciamos os estudos ou já temos uma base dele a algum tempo, temos aquela vontade de deixar o nosso corpo físico e sair para outras dimensões, estudamos o dia inteiro e falamos que vamos fazer as técnicas e quando sair voamos conversar com espíritos etc. Quando chega a noite começamos a ficar com receios e lá vem o medo que está dentro de nós. Basta apagar a luz e pronto, você não quer nem saber de abrir um dos olhos, isso é totalmente normal, ter medo não é uma doença ou deficiência que nos limita, o medo é uma defesa natural do nosso corpo pois quem na verdade sente medo é o nosso corpo e não o nosso espírito. Muitas vezes perdi de me projetar por causa do medo e é isso que vou falar depois, de como eu fui diminuindo o medo, mas antes para complementar, o medo é o principal factor que dificulta e faz muitas pessoas terem infelicidades nas suas tentativas, pois quando o ambiente está bom, o clima está bom, você está bem interiormente e vai tentar sair do corpo não consegue pois o medo trava toda sua vontade. Ao deitarmos a noite no quarto escuro começamos a nos perguntar: O que eu vou encontrar? Será que a projeção é segura? Será que eu vou me perder? Será que um espírito vai me atacar? Será que meu cordão de prata vai se romper e assim por diante. Isso vou escrever mais num post sobre perigos, agora vou escrever sobre como fui perdendo o medo.
Quando comecei os estudos fiquei fascinado com tamanha capacidade deste fenômeno espiritual, queria sair do corpo e voar pelo mundo em cima de árvores, rios e paraísos, queria sair do planeta e ver a terra, ir pra lua ir para outras galáxias, mas fui aprendendo que a projeção não é apenas para você e sim para sua evolução, aprendi que devemos ajudar, ir para o umbral, dimensões mais pesadas. Deitava com vontade de sair do corpo, totalmente preparado e sabendo o que fazer lá fora mas algo me travou, o medo, mas medo do que? Confesso para vocês que tive muito medo sim no inicio quando ia deitar de luz apagada, uma vez eu estava fazendo a técnica energética quando senti que a projeção era certa mas tive muito medo e falei não não volta pois senti meu corpo leve e aponto de flutuar mas travei, por causa do medo perdi a projeção, naquela hora senti receio de sair e dar de cara com alguma pessoas, um espírito deformado e até mesmo um espírito não deformado, me senti uma criança que se esconde de baixo da saia da mãe pois tem medo dos estranhos. Outra vez encontrei me em estado de catalepsia astral, é muito raro para mim entrar neste estado pois a maioria das minha experiências foram através de ev ou sonho lúcido, quando senti meu corpo paralisado e aqueles ruídos na hora falei volta volta, forcei a volta ao corpo pois tive medo também muito medo de deixar o corpo, isso aconteceu duas vezes se não me engano mas em dias diferentes, não me lembro quando pois não tenho costumes de anotar tentativas fracassadas mas é muito importante anotar e ver o por quê do medo. Estudo projeção a mais de quatro anos ou seja sou iniciante como todos vocês, dessas experiências que tive pra cá comecei a conversar com o medo, sempre ao deitar conversava com Deus e os mentores, também fiz uma técnica para perder o medo, vou postar no próximo post, e foi muito eficaz, mas fui diminuindo o medo com o passar do tempo, sabendo que o nosso espírito não sente medo, pois quando estamos em catalepsia ou próximo ao corpo físico sentimos o medo dele, mas ao afastarmos o nosso corpo astral vamos sentindo mais coragem e firmeza em nós mesmo. Fiquei um tempo sem estudar projeção pois passei por momentos difíceis como todos nós, até tirei o blog do ar, mas voltei com mais vontade e determinação, hoje não posso dizer que perdi totalmente o medo, mas me equilibrei e procurei conhece lo melhor. Repita para você mesmo, ainda eu tenho medo e com o tempo vou controlá melhor ele.
Muita paz e luz...


Dúvidas ou sugestõs mande nos um email: marcelo.rodrigo13@hotmail.com

3 comentários:

  1. Quando criança por volta dos meus 8 anos de idade eu me projetei incontinentemente pois acabava de desmaiar no colo da minha mãe por conta de um ferimento no queixo ocorrido através de uma queda de bicicleta. Estávamos no quarto trocando de roupa para ir ao médico quando eu simplesmente apaguei nos braços dela. Quando percebi eu estava em pé ouvindo minha mãe desesperada gritar e pedir ajuda com alguém deitada no colo dela. Em momento algum eu pude perceber que aquele corpo nos braços dela era o meu. Eu achei que tudo não passava de uma brincadeira, que de repente fosse um sonho mas, olhei para a minha direita e vi o meu tio e a minha vo ao meu lado nervosos tentando ajudar a minha mãe mas eles não olhavam para mim, de fato era como se eu fosse invisível... De repente senti um vento no meu rosto e algo muito forte me puxando como se estivesse me sugando e eu não conseguia controlar. Depois disso eu vi tudo escuro e comecei a ouvir uma voz bem longe que aos poucos foi se aproximando e chamando o meu nome. Abri os olhos, minha mãe chorava agarrada comigo, acordei meio que assustada pois não acreditava que aquilo tudo fosse possível. Nunca mais esqueci! Desde então cresci me perguntando como algo assim, super fora do normal fosse possível acontecer comigo... Passei a me sentir totalmente estranha até descobrir que tudo era resultando de uma projeção. Estou lendo e estudando um pouco mais sobre o assunto pois tenho muita vontade de me projetar, só que dessa vez totalmente consciente mas sinto muito medo. Vou trabalhar um pouco mais essa parte e tentar futuras projeções. Obrigada pelas dicas! ;)

    ResponderExcluir
  2. gessica, entre em contato miramezjr@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. eu consigo chegar no ev mais eu me mexo poque tenho medo kkkkkk mais medo de que?? eu tenho medo de tudo oque faço?

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita