27 de jan de 2010

Métodos para se projetar com Lucidez


A ocorrência da projeção consciente depende de
diversos fatores, físicos e psicológicos. Apresentamos aqui
três técnicas simples e eficientes para se chegar ao fenômeno: a primeira
envolve o uso do dióxido de carbono; a segunda recorre à prática do jejum;
e a terceira, à saturação mental. O interessado em se projetar
deve escolher aquela que melhor se adapte ao seu
temperamento e necessidades.

Antes de resumir três técnicas comprovadamente eficazes para alguém se projetar com lucidez a partir do corpo humano, valem algumas observações gerais oportunas.
As reações conscienciais que participam dos processos preparatórios para a projeção lúcida podem ser classificadas em ações físicas e reações psicológicas.
Ações físicas: higiene; atendimento a urgências fisiológicas, como esvaziar a bexiga e limpar as narinas; permanecer em isolamento; espreguiçamento, suspiros, arrepios, bocejos; exteriorização de energias conscienciais; redução da heterogeneidade do ambiente físico-extrafísico; e evitar a ingestão excessiva de alimentos pesados, sólidos e líquidos. Reações psicológicas: destemor; despreocupação; concentração mental; autodeterminação; auto-sugestões; saturação da mente com a intenção de se projetar; sinais bioenergético-animico-mediúnicos; abordagens mentais sadias ou patológicas; fenômenos paranormais, tais como inspiração, vidência, psicofonia e efeitos físicos.
Para a sua consciência será sempre melhor apreender o maior número possível de informações adequadas sobre a projeciologia antes de tentar sair do corpo físico com lucidez.
O processo de preparo para a sua consciência se projetar se assemelha inteiramente ao processo de você se preparar para ir dormir a cada noite.
A pessoa alheia ao assunto da projeção consciente e o projetor novato enfrentam quatro dificuldades básicas para realizar a viagem astral voluntariamente com lucidez: o processo, propriamente dito, de a consciência se projetar para fora do corpo humano; a obtenção e manutenção temporária da lucidez extrafísica; a recordação, posterior dos fatos extrafísicos que vivenciou; e a tradução, em palavras, das sensações psicofísicas e extrafísicas, sentidas no decorrer da projeção.
De qualquer maneira, é necessário insistir sempre num ponto: seja qual for a técnica escolhida para se projetar com lucidez, ela deve tomar-se uma prática pessoal intransferível, de acordo com a sua personalidade, temperamento e desempenho próprio. O importante não é sair apenas do corpo humano, mas criar hábitos pessoais de se projetar, os mais simples e fisiológicos possíveis, no sentido de se alcançar gradativamente experimentos de alta qualidade com pleno domínio dos processos. Lembre-se de que o aprendizado extrafísico é árduo e infinito, pois não cessa nem por ocasião da morte biológica do corpo humano.
Os exercícios projetivos devem ser praticados num momento de calma, em ambiente de paz, bem lentamente, com bastante atenção e tempo disponível, numa atmosfera adequada de isolamento. Evite a sua execução automática e desconcentrada. A prática regular dos exercícios projetivos, num horário especifico, de preferência pela madrugada, produz resultados positivos menos demorados.
Se você está realmente interessado em produzir as projeções conscienciais lúcidas, não deve tentar o experimento apenas algumas vezes, numa certa época, empregando uma só técnica, e desistir do assunto para sempre, se porventura não conseguir seu objetivo. A produção do fenômeno depende de inúmeros fatores, inclusive dos componentes de natureza fisiológica do indivíduo. Por isso, convém fazer novas tentativas de vez em quando, até mesmo trocando a técnica projetiva, especialmente depois de mudar hábitos básicos ou alterar rotinas existenciais, por mais insignificantes que lhe possam parecer à primeira vista. Tais modificações podem predispor o surgimento do fenômeno consciencial, notadamente quando você nunca teve experiência consciencial lúcida antes.
De qualquer modo, você deve preparar-se psicologicamente para aceitar a ocorrência de projeções conscienciais espontâneas, com lucidez, desde o início, pois isso pode ocorrer em qualquer oportunidade favorável. O fenômeno é fisiológico ou parafisiológico, e além disso pode ser patrocinado por amparadores.
As técnicas para projeção baseiam-se em um ou vários atributos da própria consciência de cada um, tais como a imaginação, a visualização, a concentração mental, etc. Você deve, portanto, verificar com extrema autocrítica qual o seu melhor atributo consciencial, a fim de empregá-lo como recurso fundamental. Por outro lado, se acreditar que uma técnica funcionará, isso provavelmente vai acontecer.
Eis uma listagem de 15 posturas psicofísicas, ou fisiológicas, técnicas, seqüenciais, que facilitam a projeção consciente:
1) Deite-se de costas no leito em posição confortável. Há quem prefira deitar-se diretamente no assoalho a fim de alcançar maior relaxamento físico (músculos) e mental (neurônios).
2) Desaperte as roupas, que devem ser mínimas (se quiser, pode ficar nu). Afrouxe o cinto, tire os óculos (ou as lentes de contato) e o relógio. Lembre-se de manter os joelhos, a nuca e os dedos sem nada que os aperte.
3) Coloque um travesseiro sob a cabeça e outros dois sob os joelhos, ou sob as áreas poplíteas (atrás dos joelhos), para lhe dar comodidade e facilitar a circulação sangüínea, se for conveniente.
4) Estire as pernas sem tensão nem rigidez.
5) Separe os pés uns 30cm um do outro.
6) Descanse os braços estendidos ao longo do corpo.
7) Abra as mãos com as palmas para baixo, sobre os travesseiros que foram colocados sob as suas pernas.
8) Repouse a cabeça numa posição que não force o seu pescoço.
9) Descontraia todos os músculos, sem esquecer os músculos mastigadores, os faciais e os do pescoço.
10) Cerre as pálpebras naturalmente como se fosse dormir.
11) Feche a boca sem provocar a contração dos lábios.
12) Evite engolir sucessivamente a saliva o que, em geral, é provocado pelo nervosismo.
13) Deixe a respiração fluir com naturalidade. A sala ou quarto deve ter boa ventilação.
14) Relaxe totalmente, inclusive os dedos das mãos, alcançando o estado da imobilidade completa (ou semiletargia).
15) Aguarde, com calma, o entorpecimento completo do seu corpo, pouco a pouco.
Os condicionamentos psicológicos da fase da pré-decolagem que predispõem a sua consciência para a projeção consciente se baseiam em mentalizações técnicas que devem ser realizadas quando você estiver nas posturas físicas referidas acima. Eis a listagem desses dez condicionamentos:
1) Concentre os pensamentos no objetivo da projeção consciente, evitando dispersões mentais e devaneios.
2) Pouco a pouco, deixe mentalmente de sentir o corpo físico com o pensamento firme na idéia de que ele não mais existe.
3) Faça a sua consciência entrar nos domínios do silêncio absoluto, como se o universo conhecido houvesse desaparecido para você.
4) Pense concentradamente na idéia de que não mais existem as formas materiais.
5) Busque a condição de alheamento íntimo a tudo o que seja material.
6) Imagine a saída da sua consciência, através do psicossoma (corpo astral) ou do corpo mental, para cima.
7) Deseje, intensamente, flutuar mais acima ainda de onde você se sente.
8) Role o psicossoma para um lado, seja à direita ou à esquerda, aquele que preferir na oportunidade.
9) Prepare-se para ouvir os chiados extrafísicos próprios da decolagem do psicossoma (sons intracranianos), fato que acontece com relativa freqüência.
10) Se acaso você perder a lucidez da consciência em vários experimentos consecutivos, auto-sugestione-se antes da experiência e irá ficar desperto no plano extrafísico.
Não se preocupe quanto às auto-sugestões nas técnicas projetivas. Elas são empregadas apenas no inicio das práticas, a fim de destruir as auto-imagens e condicionamentos do ego ou do animal-humano-encarnado. Através da repetição e do acúmulo das experiências, os próprios fatos convencem a consciência da realidade e esta acaba dispensando todas as muletas das auto-sugestões.
Técnica projetiva através do dióxido de carbono - O dióxido de carbono, quando em elevada concentração nos alvéolos pulmonares e na corrente circulatória, geralmente na mistura atóxica de sete volumes (70%) de oxigênio e três (30%) de dióxido de carbono (carbogênio), diminui a eficiência do funcionamento do cérebro e permite a liberação da consciência. Porém, o dióxido de carbono (CO2, ou anidrido carbônico), se aspirado em estado puro (100%), acarreta imediatamente a morte do corpo humano, por asfixia ou sufocação. Neste caso fatal, a pessoa aspira sem oxigenar o sangue.
Apesar do exposto, e desde que você tenha bons pulmões, coração e sistema cardiocirculatório sem problemas, pode-se produzir a intoxicação simples, inofensiva e voluntária, seguindo processos fisiológicos, pelo aumento do gás carbônico na intimidade dos tecidos do próprio corpo físico.
Através da respiração lenta, você prende ou dificulta as trocas gasosas (a inspiração de menor volume de ar implica menor volume de oxigênio e maior volume de dióxido de carbono remanescente). Desse modo, se predispõe o corpo humano a liberar o psicossoma, com a defasagem ligeira entre o estado de coincidência do psicossoma em relação ao organismo denso.
Ao diminuir a atividade dos seus hemisférios cerebrais, tal processo provocará sono, reduzirá a sua freqüência cardíaca, amortecerá a sua fisiologia em geral e deslocará o seu psicossoma para fora da matéria espessa.
A sua inspiração (o ato de aspirar o ar para dentro dos pulmões) é normalmente igual à duração da expiração (o ato de jogar o ar para fora dos pulmões).
A retenção do ar nos pulmões (e, portanto, do dióxido de carbono), segundo este processo, deve ser igual à metade da sua inspiração ou mais, até três ou quatro vezes a duração desta sendo necessário executá-la pouco a pouco, através de repetidos exercícios respiratórios.
A relação do tempo entre a inspiração, o ato de reter o ar nos pulmões e a expiração deve ser no período inicial 12 segundos para inspirar 48 segundos retendo o ar e 24 para expirar.
Com o cronômetro à sua frente, você vai aumentando devagar o tempo de retenção do ar nos pulmões, até alcançar a fase de manutenção de 16 segundos para inspirar, 64 segundos retendo o ar e 32 segundos expirando.
Em cada sessão, conservando sempre o estômago vazio, faça 20 ciclos completos, a fim de obter resultados compensadores. Há praticantes que repetem os exercícios quatro vezes por dia.
Técnica da projeção consciente através do jejum — O jejum projetivo é a abstinência temporária, parcial, de alimentação com a finalidade de produzir a projeção lúcida da consciência para fora do corpo físico.
Do ponto de vista médico, o corpo humano está em estado de jejum quando todo o alimento ingerido previamente passou pelos processos digestivos e foi assimilado nas células.
Existiram poucos povos na história (se é que existiu algum) cujos sistemas religiosos e éticos não institucionalizaram, num certo momento, a prática da suspensão regular da alimentação. Desde o homem primitivo, sempre surgiu quem afirmasse que o jejum prolongado ajuda a liberação do corpo extrafísico consciência.
Atualmente, usa-se o jejum como período de descanso da fisiologia animal ou humana; providência natural eficaz para fazer a reversão da toxemia do organismo humano; restauração da saúde física e mental do indivíduo;, técnica soviética de jejum periódico para prolongar a vida animal e a vida humana.
Explica-se o mecanismo de atuação do jejum pela mudança da regulação dietética, do metabolismo orgânico, ou seja, pela carência de vitaminas e a deficiência de glicose (açúcar) na corrente circulatória, que tendem a atuar, em primeiro lugar, sobre o sistema nervoso central - o mais vulnerável do corpo humano. Isso cria estados psicológicos favoráveis à redução da eficiência da ação dos hemisférios cerebrais, à separação da consciência e da mente, ou a conseqüente liberação da consciência através do psicossoma.
Convém advertir, no entanto, que a prática regular de qualquer mortificação do corpo deve ser bem orientada, com supervisão especializada, a fim de se evitar um sem-número de sintomas mentais indesejáveis.
Estão excluídos desta técnica projetiva, assim como da maioria dos métodos de projeção consciente, crianças e adolescentes; o indivíduo anêmico; quem apresenta peso corporal insuficiente; o portador de afecção hepática (doenças do fígado); quem tenha sofrido distúrbio orgânico recentemente; o fumante inveterado; quem vive sob o uso constante de drogas ou entorpecentes; quem ingere bebidas alcoólicas de modo excessivo; etc.
Recomenda-se o jejum breve para produzir a projeção consciente á pessoa de boa saúde, que seja “um bom garfo”, para quem a abstinência de alimentos já será benéfica como eficiente processo de desintoxicação, repouso e rejuvenescimento celular dos órgãos. De qualquer maneira, é necessário ficar alerta para não se prejudicar com dieta imprópria ou subnutrição.
O jejum projetivo constitui também boa indicação técnica para a pessoa de temperamento frio, extremamente analítica, centrada em si mesma do ponto de vista material ou físico, e sem nenhuma sensibilidade energético-animico-mediúnica evidente até o presente. O jejum, neste caso, atua quebrando a “crosta” psicológica espessa da materialidade da personalidade reencarnada, abrindo flancos em suas excessivas defesas, autocrítica, censuras, condicionamentos, recalques e insensibilidades, predispondo-a, de algum modo, a novas sensações e descobertas imprevisíveis.
Cada pessoa adapta-se ao jejum de um modo e grau diferentes. Há quem possa jejuar com segurança até por um mês, ou mais. Apenas com 24 horas de abstinência de alimentos, porém, profundas alterações biológicas já ocorrem no organismo. A maior parte dos indivíduos que jejuam perdem entre 0,5 kg e 1,5 kg nessas primeiras 24 horas.
A melhor época para você fazer o jejum experimental será num fim de semana ou durante as suas férias de verão. No inverno, o organismo necessita mais de alimentos para manter a sua temperatura, conservar o metabolismo equilibrado, evitar a possibilidade de infecções e até mesmo o simples resfriado. Não convém, portanto, esgotar inutilmente as reservas orgânicas nesta etapa do aprendizado técnico da projeciologia. Por outro lado, isso nem sempre vale para os brasileiros, pois a maioria dos nossos Estados não apresenta um inverno realmente rigoroso.
A melhor coisa a fazer, caso escolha esta técnica, é consultar antes o seu médico de confiança para saber se você está em condições de se submeter ao esquema de um jejum moderado por três dias, sob a sua supervisão profissional. Um período menor oferecerá a você toda a parte desagradável do processo sem lhe trazer nenhum beneficio.
Durante o curto período de jejum, o melhor será fazer um retiro. De preferência, recolha-se na sua própria casa, abstendo-se de todo tipo de trabalho que exija esforço físico intenso. Você não deve também operar com máquinas nem dirigir, pois poderá desfalecer ao volante. Todo trabalho mental importante deve ser adiado.
A prática do jejum não significa experiência tão incômoda como podem imaginar as pessoas bem alimentadas ou mesmo quem viva constantemente intoxicado por medicamentos.
Durante todo o período de jejum, você deve respirar ar fresco e ingerir água potável, à temperatura normal, e isso somente quando sentir sede ou, em caso de dúvida, nas horas correspondentes ás das suas refeições normais. Um jejum parcial pode consistir em ingerir exclusivamente determinado alimento, como uma fruta suculenta, sucos cítricos ou produtos lácteos.
Eis as ocorrências geradas pela técnica da projeção pelo jejum, conforme cada um dos três dias de duração: no primeiro dia, mais fácil de suportar, surge certa obsessão pela comida e uma série de rumores estomacais; à noite, você pode sentir dificuldades para conciliar o sono. Cerca de 12 horas depois do início do jejum, pode aparecer a sensação de falsa fome, ou fome psicológica. Evite estímulos mentais e emocionais, ruídos, tensão, ansiedade e medo.
No segundo dia de jejum, mais difícil, podem surgir dores de cabeça e surpreendente estado de debilidade, em parte de origem psicológica, em razão da quebra da sua rotina alimentar. Esses sintomas, porém, têm curta duração. Não se esqueça: a fome, além da respiração, constitui o principal componente do conjunto das necessidades ligadas às funções essenciais da conservação da sua vida.
O terceiro e último dia de jejum começa a produzir benefícios à medida que o seu inconsciente se cansa de protestar, desaparecendo a cefaléia, a debilidade, e quaisquer outros efeitos colaterais, sem deixar conseqüências. A sua energia e o seu raciocínio límpido retornam, podendo, então, ocorrerem-lhe visões fugazes inofensivas.
A essa altura, você vai dormir com fome, fazendo com que o desejo intenso de comer venha-lhe à superfície da mente subconsciente, levando a sua consciência projetada pelo psicossoma até à geladeira, ao guarda-comida na cozinha, ou a um restaurante, lanchonete ou padaria nas vizinhanças da sua base física (o seu quarto), tentando com isso quebrar o jejum forçado.
O retorno à dieta alimentar normal, a partir do quarto dia, deve ser feito gradativamente para não prejudicar as funções do organismo. Se logo após o período de jejum você se empanturrar durante outros três dias, reintoxicará o seu corpo físico e o psicossoma, deixando-os até em piores condições do que estavam antes.
Se preferir, você pode incrementar a técnica do jejum projetivo com a aplicação de alguns recursos coadjuvantes úteis: exercícios de respiração rítmica; exercícios de visualização; alimentação reduzida tão-somente com alimentos psicologicamente considerados pró-projetivos: cenouras, frutas, vegetais e líquidos, desde que ingeridos moderadamente. Esses alimentos, porém, devem ser considerados simples superstições ou recursos de auto-sugestão, pois até o momento a sua atuação pró ou contra a produção da projeção consciente ainda não foi comprovada em laboratório, sendo mesmo uma hipótese de pesquisa projeciológica.
Dois fatores funcionam, ao mesmo tempo, para liberar o seu psicossoma com a técnica do jejum: o seu corpo humano, inanimado ainda mais pela falta de alimentação, que, além dos efeitos purificadores do organismo, gera os sintomas psicofisiológicos da fadiga; e a sugestão do alimento, o seu desejo intenso e permanente de matar a fome provocada.
O IIP tem recebido diversos relatos de primeiras projeções conscientes espontâneas, ou geradas involuntariamente, de pessoas com excesso de peso corporal e que, na tentativa de fazer dieta alimentar, procuraram ir dormir sem comer nada, realmente famintas, num estado de privação sensorial. Mais tarde se viram na cozinha procurando ligar a tomada elétrica, retirar o leite da geladeira e colocá-lo numa caneca. Não tendo conseguido o seu intento, tais pessoas concluíram que estavam “em espírito fora do corpo humano
Técnica da saturação mental projetiva - A saturação mental projetiva é a pressão da idéia da projeção consciente na mente exercida através de todos os meios físicos, mentais e fisiológicos sadios possíveis, durante determinado período. É também chamada de programa de imersão total na projeção consciencial, saturação psíquica projetiva e técnica da impregnação do subconsciente.
O método de estudo da saturação psíquica dá resultados inegavelmente rápidos, sendo muito usado como processo eficaz em seminários de treinamento intensivo para se obter iluminação consciencial através de maratonas de estudos e debates. É também empregado na aprendizagem intensiva de idiomas, em cursos-relâmpago, com o estudante sozinho, sem professores regulares, apelando para todos os recursos de ensino que possa encontrar; ou como aluno-hóspede, junto com outros colegas, em programa de isolamento total, em tempo integral, num autêntico internamento durante 15 dias, onde recebe o bombardeio com o idioma de todas as maneiras imagináveis.
Ninguém deve se julgar incapaz de se projetar para fora do corpo humano com total lucidez. Nesse sentido, o pior de todos os enganos tem sido o medo, seguido da subestima em relação ás próprias potencialidades e valores pessoais. Esses dois sentimentos aniquilam a espontaneidade e a motivação da consciência. Portanto, é preciso combater tais deficiências no caminho do desenvolvimento psíquico e parapsíquico, em todos os setores e aplicações práticas.
A saturação mental promovida com a idéia da projeção consciente representa a criação da idéia fixa (não-patológica), com a vontade deliberada de se projetar. Para isso instala-se a atmosfera mental adequada, impressionando a mente subconsciente, na própria casa do candidato á projeção.
Entre os elementos saturadores adequados para você proceder à sua impregnação mental com a idéia da projeção consciente, destacam-se dez procedimentos:
1) Alimente produtiva e ardente ambição de se projetar com elevado grau de lucidez.
2) Concentre os pensamentos, em horas e locais apropriados, diariamente, no fenômeno da projeção lúcida.
3) Compreenda os fenômenos projeciológicos, em seus pormenores, com naturalidade, estabelecendo relações entre as projeções conscientes e as suas preocupações, interesses humanos e cogitações naturais (tais como a sua profissão, pesquisas culturais, passatempos, etc.).
4) Leia sobre a manifestação da consciência e os múltiplos relatos de projetores existentes e de fácil consulta, seja em livros, revistas e jornais. Qualquer investimento deste gênero será compensador.
5) Estude sempre, e se possível profundamente, as ocorrências relativas ás projeções conscientes.
6) Se for o caso, faça uma coleção de fichas sobre os temas projetivos, compondo o seu próprio fichário de pesquisas. Tais fichas podem ser distribuídas por toda a sua casa, seja na mesinha de cabeceira, no espelho do banheiro, na escrivaninha de estudos, dependuradas pelas paredes, etc.
7) Empregue um gravador de rolo ou cassete para registrar as técnicas projetivas realizadas por você mesmo ou gravando a palavra de projetores, e ouvindo-as incessantemente.
8) Converse com outras pessoas interessadas no tema das projeções conscientes, sejam projetores veteranos ou principiantes, estudiosos da projeciologia, ou candidatos às projeções conscientes, buscando alcançar o maior número possível de idéias a respeito.
9) Pratique os exercícios projetivos de maneira intensa, sem solução de continuidade, numa série de tentativas disciplinadas, a partir do primeiro dia do esforço de saturação mental.
10) Por fim, deixe-se envolver de tal modo com o assunto “projeção consciente”, algumas horas por dia, sete vezes por semana, até que o mesmo esteja profundamente enraizado à sua vida mental e á rotina da sua existência.
Através deste sistema, os processos conscienciais vão sofrendo modificações sutis. Dentro de três a quatro semanas, no máximo, quando sobrevêm o afrouxamento do esforço concentrado como primeiro resultado da saturação mental, se não ocorrer pequena exteriorização da sua consciência lúcida, começam a surgir sonhos naturais sobre a projeção consciente. Isto significa ótimo indício de saturação psíquica e uma abertura efetiva no rumo da projeção consciente propriamente dita. Quem sonha com a projeção, mesmo que seja simples pesadelo, está a caminho da produção da projeção consciente.
Este método, entretanto, não está livre de críticas. Não é qualquer pessoa que agüenta um programa que dá demasiada ênfase ao esforço de uma criatura inexperiente no assunto, o que provoca projeções conscientes desendereçadas, ou a erraticidade da consciência projetada. Contudo, sejamos realistas e práticos: isso torna-se evidentemente secundário. O que importa é quebrar o tabu, os condicionamentos, ou a barreira da saída lúcida da sua consciência para fora do corpo humano. Depois, você mesmo corrigirá as imperfeições técnicas iniciais, aperfeiçoará os seus alvos mentais, enriquecerá a sua agenda extrafísica, e se desenvolverá naturalmente com a própria repetição das experimentações.
Obter a projeção consciente dá trabalho e exige esforço perseverante. No entanto, poucas emoções se podem comparar ao momento em que você perceber, pela primeira vez, que está lúcido fora do seu próprio corpo humano, livre dos liames da matéria densa, vitorioso de fato sobre você mesmo.

Autor.
Anônimo

Fonte. http://www.viagemastral.com/informacoes_in.php?subaction=showfull&id=1189748475&archive=&start_from=&ucat=6&

Um comentário:

  1. muito interessante tenho certeza que eu consigo e estou disposto a tentar obrigado ;)

    ResponderExcluir

Obrigado pela visita

http://s3.eplaces.com.br/_default/yogacomvoce/img-site/da0b8bd48a6b443aa1f02f04ae0691dd.jpg